Como tornar meu perfil no LinkedIn atraente para prospectar clientes?

perfil-atrativo-no-linkedin

Há anos as redes sociais deixaram de ser apenas uma ferramenta de lazer e passaram a fazer parte do mundo dos negócios. Embora, de alguma maneira, todas as redes sejam utilizadas para esta finalidade, o Linkedin é uma rede voltada para negócios. 

Presente em mais de 200 países, o Linkedin, quando utilizado da maneira correta, é excelente na expansão de negócios e prospecção de clientes. Se você ou sua empresa ainda não sabem como fazer prospecção no linkedin, saiba que pode estar perdendo oportunidades incríveis. 

Presente no Brasil desde 2011, após 10 anos no país, o Linkedin chegou à marca de 50 milhões de usuários. Conhecida como uma rede social que foca em negócios, desde a busca por novas oportunidades de emprego até a prospecção de clientes, o Linkedin transformou o mercado. 

Pode parecer um tanto quanto rude, mas o intuito do Linkedin nunca foi promover amizades ou contato com familiares. Para isso, já existem outras redes sociais.

No Linkedin, o foco é prospecção de clientes, interação com pessoas do seu nicho de atuação, recolocação no mercado ou divulgação de vagas. Sendo assim, se o seu perfil pessoal não está voltado para isso, você está começando de forma errada.

E quem não foca o perfil de sua empresa nos mesmos objetivos, pode estar perdendo dinheiro.

O Linkedin é uma rede social diversa, o que permite contato com profissionais de todas as áreas. Advogados, vendedores, jornalistas, engenheiros, escritores, médicos e outros tantos profissionais estão por lá. 

Sejam pessoas inexperientes, começando a carreira ou aqueles que já têm anos de bagagem, trocando experiências e com objetivos parecidos. 

Engana-se quem acredita que por ser voltada aos negócios, o Linkedin não é interativo. Existem filtros, apresentações por vídeos, botões de gostei, congratulações por novas conquistas etc. Tudo que ajude não só na prospecção de clientes, mas no posicionamento da marca. 

Atualmente você deve utilizar o LinkedIn para obter mais visibilidade, interação com profissionais para contratação de talentos e publicação de conteúdos relevantes dentro do seu mercado para se tornar referência para seu público-alvo.

Ainda, existem grupos dentro da plataforma, que permitem a ampliação do conhecimento do seu nicho de atuação.

Com esta infinidade de recursos, mesmo assim, seu cliente pode te encontrar e não se encantar com o que vê no seu perfil.

Mas como preparar o terreno e tornar meu perfil atraente antes de iniciar a prospecção de clientes? É isso que você vai aprender a partir de agora.

Linkedin e sua ligação com o marketing digital

Como uma rede social direta, o Linkedin é uma das melhores plataformas para investir em marketing digital a favor de seu negócio. Grande parte de seus usuários está lá em busca de relações B2B (business-to-business), que em Português significa algo como de empresa para empresa.

As estratégias devem ser pensadas para agregar valor às marcas e também para disponibilizar informações que cativam e fidelizam o público.

Diversas companhias integram times de vendas e analistas de marketing a suas páginas para que as estratégias utilizadas sejam certeiras. Se nos perfis pessoais o posicionamento é importante, nas páginas das empresas, a relevância é ainda maior. 

O tom de voz da empresa deve ser definido e mantido para que o posicionamento da marca seja apenas um.

De acordo com o modo como o perfil do Linkedin da empresa é gerido, as outras redes sociais da companhia podem tirar vantagem também, visto que, durante a prospecção de clientes, estes podem se interessar em visitar seu site, blog e outras redes.

Muitas companhias acabam investindo no Linkedin Premium, como forma de intensificar a prospecção de clientes e adicionar conexões de maneira mais livre. Nesse formato você consegue enviar mensagens privadas para pessoas em cargos que realmente interessam para a sua empresa e criar um relacionamento inicial com eles.

Com o plano Premium (Sales Navigator), é possível acessar estatísticas, que permitem o melhor gerenciamento e geração de leads da rede social.

Como no Facebook e no Instagram, seu anúncio também pode passar pela timeline de seu futuro cliente e despertar o interesse dele de forma mais genuína. 

Através dos anúncios, é possível estabelecer propagandas ainda mais diretas, de acordo com quem sua companhia deseja atingir naquele momento (público alvo). 

Como configurar seu perfil no LinkedIn? 

Mesmo diante da enorme popularização do Linkedin no Brasil, muitos usuários ainda cometem erros que podem prejudicar o alcance do perfil. Ou pior, fazer com que não seja visto de maneira profissional. 

Pode parecer simples criar um perfil e estabelecer conexões, e realmente é. 

No entanto, com alguns passos é possível transformar seu perfil em um excelente cartão de visitas e garantir uma prospecção de clientes eficaz. 

Ao criar seu perfil pessoal, escolha uma foto que transpareça profissionalismo, nada de fotos em festas, praias ou viagens. 

Deixe estas fotos apenas para suas outras redes sociais como Facebook e Instagram. 

Não se esqueça da qualidade da foto, ela faz toda a diferença. Pense na imagem que você gostaria de ver em outros perfis e que te inspirariam confiança. E se for o perfil da sua empresa, use um bom criador de logo para criar um logotipo e usar em suas fotos e postagens no linkedin.

Em seguida, coloque seus principais dados na headline. Neste campo, o ideal é inserir suas experiências profissionais, principalmente a atual e o nome da empresa. Caso seja especialista em alguma área, não se esqueça de citá-la. Utilize suas principais palavras-chave!

Por fim, detalhe sua carreira e suas experiências que o trouxeram até onde está. Quando chegar ao seu cargo atual, dê mais atenção a este quesito e fale sobre as atividades que exerce. Cursos, palestras e outras qualificações também são bem-vindas. 

Com seu perfil pronto, chegou a hora de estabelecer conexões no Linkedin. É através destas conexões que seu perfil será visto, o que é essencial na prospecção de clientes.

De acordo com o seu perfil, a plataforma também indica pessoas que talvez você queira adicionar ou empresas e personalidades que possa seguir.

Ao começar a adicionar pessoas à sua rede, seu perfil começa a aparecer para outros usuários. Principalmente aqueles com quem você tem conexões em comum.

Estas conexões são chamadas de conexões de 1°, 2° e 3° grau. São aquelas que estão diretamente ligadas a você, aquelas que estão ligadas a alguém ligado diretamente a você e, por fim, as que fazem parte da rede de alguém que está na sua rede, respectivamente. 

Como dito anteriormente, tais conexões no Linkedin podem ser estabelecidas tanto no Brasil quanto no exterior. O que faz com que diversas empresas façam prospecção de clientes e investidores em todos os cantos do planeta. 

Quanto mais conexões você ou sua empresa tiver, maiores as chances de seu perfil ser visto por mais pessoas e alcançar perfis diversos. 

Quanto mais pessoas estiverem na sua rede social, mais fácil será para acompanhar mudanças no mercado e atualizações que podem fazer a diferença.

Caso você ainda não tenha muitas sugestões de conexões, o Linkedin permite que seus contatos do e-mail sejam adicionados à sua rede. 

Com uma rede de contatos estabelecida, você pode pensar no conteúdo e no relacionamento que deseja criar e manter. O que é extremamente importante para gerar confiança em seus futuros clientes. 

Para que sua prospecção de clientes no Linkedin seja eficiente, é preciso conhecer bem o público que deseja atingir. Além disso, manter seu perfil atualizado é mais do que necessário.

Veja algumas das principais dicas para gerar conteúdo de valor no Linkedin e manter seu público interessado no seu perfil/empresa:

  • Escolha seu tipo de postagem: existem dois tipos principais de postagem nesta rede. É possível postar normalmente no seu feed, com conteúdo mais direto e simples, com limite de 1300 caracteres. Ou ainda, postar artigos mais extensos, sem limite de caracteres, com temas mais aprofundados, baseados em estudos e pesquisas. Ainda, é possível postar fotos, vídeos, links para outras redes sociais, tudo que agregue algo a quem está seguindo o seu perfil.
  • Não poste qualquer coisa: muitas vezes, um conteúdo pode parecer extremamente relevante, mas não conversar com seu público e não colaborar para a prospecção de clientes. Sendo assim, pode não valer a pena postá-lo. Compartilhe sempre os conteúdos que são realmente relevantes para seu público.
  • Atente-se ao conteúdo: manter seu perfil atualizado é muito importante, isso gera interações e engajamento. Porém, alimentar seu feed com qualquer postagem não trará bons resultados. Muitas vezes, é mais proveitoso apenas interagir com outros perfis do que postar algo que não tenha valor.
  • Pense em quem consegue o conteúdo: se colocar no lugar do seu futuro cliente é fundamental. Insira imagens, vídeos, infográficos, links, etc. Assim, será possível expandir as informações e tornar o conteúdo mais agradável. Mesmo que seja o melhor conteúdo, mas com linguagem difícil e poucos recursos visuais, pode se tornar entediante.
  • Utilize recursos: além dos grupos, mensagens e conexões, utilize os links ou resumos para te ajudar na prospecção de clientes. Invista em conteúdos ricos e leve seu público para suas outras redes, como canais no Youtube ou blogs. 

Dicas extras 

Para que sua prospecção de clientes no LinkedIn seja ainda mais eficaz, antes de estabelecer conexões, pense nas empresas que podem vir a ser clientes em potencial. 

Utilize a página de busca da plataforma para encontrá-las, os filtros podem te ajudar.

De acordo com o tom de voz estabelecido para sua empresa, será possível decidir como será o seu primeiro contato com o futuro cliente. 

Aprenda mais sobre Social Selling neste episódio do podcast da iugu

Dica: Não vá direto ao ponto. Não queira vender de primeira. Crie um relacionamento com um discurso correto e obtenha mais chances de cativar seu público antes de oferecer uma solução.

Antes de enviar as mensagens, pode ser interessante primeiro se fazer notar. Inicie o contato de forma sutil, visitando o perfil da empresa ou pessoa que seja de seu interesse manter uma conexão. Sua visita aparecerá nas notificações e o perfil visitado saberá da sua existência. 

Ao visitar o perfil, interaja com conteúdo que considere interessante e relevante. Curtir, comentar ou compartilhar demonstra afinidade de pensamentos e interesses. 

Para finalizar, estabeleça a conexão enviando uma solicitação. Não é necessário fazer todos estes passos no mesmo dia. Assim, você ou sua empresa não parecerão desesperados por prospectar clientes no LinkedIn. Estes movimentos deixam a interação mais natural e menos mecânica.

Se tornar referência não é algo que ocorre do dia para noite. Com a quantidade de usuários, empresas ou pessoas conectadas a esta plataforma, é de se imaginar que a concorrência seja grande. 

No entanto, começando com perfil otimizado, conteúdo de qualidade e algumas estratégias de marketing, logo seu perfil será notado. A constância é algo que faz a diferença. Afinal, não adianta estabelecer milhares de conexões, prospectar clientes e não continuar trabalhando de forma contínua. 

Se você deseja expandir seu negócio e ainda não está no LinkedIn, saiba que está perdendo tempo e clientes preciosos. 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.