Todos os artigos

Como Construir uma Estratégia Proativa para Marketing e Growth

How To Build Proactive Strategy For Marketing And Growth

Em junho de 2007, a Apple lançou seu primeiro iPhone.

Cinco meses depois, a Grande Recessão atingiu. Isso trouxe uma onda de desemprego, caiu nos mercados e levou as alturas os preços imobiliários.

Esse não seria o melhor momento para lançar um item de luxo como um iPhone, não é? No entanto, a Apple vendeu mais de 10 milhões de telefones até outubro de 2008. Como isso aconteceu? 

A Apple tem um histórico de proatividade. Apesar da crise financeira, eles viram uma abertura no mercado para um smartphone.

Quando as coisas ficam difíceis, é fácil para os empresários ficarem presos ao medo e à ansiedade. O problema é que a ansiedade geralmente resulta em decisões reativas, em vez de proativas.

Essas decisões reativas podem custar a você o seu negócio.

Você não pode controlar o que vai acontecer amanhã, na próxima semana ou no próximo mês. Mas você pode ser proativo. Você pode prestar atenção às novas tendências e se preparar para o desconhecido.

Neste artigo, abordaremos por que uma estratégia de marketing proativa é fundamental para o crescimento e descreveremos as maneiras de implementar essa estratégia para sua empresa.

Qual é a diferença entre as estratégias de marketing proativas e reativas?

Antes de mergulharmos no que é uma estratégia proativa e porque ela é importante, vamos falar sobre o que queremos dizer com proatividade e explorar a diferença entre ser proativo e reativo.

A principal diferença entre eles é a iniciativa.

Quando você é proativo, não espera que os clientes lhe digam o que eles precisam. Você tem pronto antes que eles percebam que querem.

Quando você é reativo, espera que outra pessoa lance um novo produto ou recurso e ande atrás de seus passos.

Marketing reativo é sobre responder a oportunidades depois que elas surgem. Por exemplo, alterar uma campanha PPC após os dados provarem que não está funcionando ou criando conteúdo que clientes ou leads solicitaram.

Marketing proativo é agir com base em dados de previsão e garantir que as pessoas saibam quem você é muito antes de precisarem do seu produto ou serviço. Por exemplo, perceber o crescimento na indústria de chatbots automatizados e investir antes que eles se tornem lugar comum.

Ser proativo não chega naturalmente a muitos líderes empresariais, especialmente em empresas ocupadas apenas tentando ficar um passo à frente.

Por que uma estratégia proativa é fundamental para o sucesso dos negócios?

Para começar, uma estratégia proativa tende a ser mais barata. Custa menos cuidar de pequenos problemas antes que eles se tornem grandes e caros.

Também aumenta a flexibilidade da sua empresa como um todo. Quando você está constantemente olhando para frente e planejando, sua empresa pode inovar e se mover quando os tempos ficam difíceis.

via GIPHY

Digamos que você possuía uma padaria no início da crise da COVID. Se você estivesse prestando atenção, deve ter notado que mais clientes queriam poder fazer pedidos online e apenas pegaria os pedidos — ou até mesmo fariam também as entregas.

Agora, não tinha como você ter previsto que o governo forçaria restaurantes e padarias a fechar suas atividades presenciais, certo?

Mas, como proprietário de uma empresa proativa, você decidiu aprender sobre quais plataformas você poderia usar para pedidos online, que tipo de hardware você precisa e como integrá-lo ao seu software de contabilidade.

Então o COVID atinge, mas você está preparado.

Você não planejava uma pandemia global, mas prestou atenção às mudanças nas tendências. Você configura rapidamente pedidos online e pode continuar atendendo clientes.

Por outro lado, seus concorrentes ainda estão tentando descobrir como acessar seu site que não é atualizado desde 2016.

Se você quer ser um negócio que não sobrevive apenas — mesmo quando as coisas estão ruins — você precisa aprender a construir uma estratégia proativa de marketing e growth.

Veja como você pode fazer isso:

Concentre-se no que você tem

Eu mencionei que estratégias proativas tendem a ser mais baratas — aqui está outra razão para isso.

Parte de ser proativo é descobrir o que você já tem que pode ser mais útil. Por exemplo, encontrar mais maneiras de aproveitar o conteúdo, a experiência e as vozes que você já tem em sua empresa.

Em vez de esperar para ver o que o mercado faz em poucas semanas, procure maneiras de alcançar clientes e clientes em potencial com o conteúdo que você já possui.

Retrabalho de conteúdo atual

Que conteúdo está indo excepcionalmente bem agora? Talvez esteja recebendo uma tonelada de curtidas no Twitter, direcionando tráfego para o seu site ou circulando no Facebook.

Reserve um tempo para analisar esse conteúdo — por que ele é tão bem-sucedido? É o tópico, o tipo de conteúdo ou outra coisa? Depois de entender o motivo, use essas informações para refazer o conteúdo atual.

Por exemplo, digamos que você tenha um artigo longo que esteja fazendo números, como este estudo de caso que criamos sobre Podia, um de nossos clientes:

Rework current content

Cobrimos o que fizemos pela Podia e como isso os ajudou a ficar em primeiro lugar para termos chave. Foram vídeos e posts bastante populares, o que significa que atingimos um ponto alvo para nosso público.

Talvez eles estejam enfrentando problemas semelhantes aos da Podia. Então, podemos criar um artigo em blog que descreva os passos que tomamos para a Podia explicando como as pessoas podem usar essa estratégia para seus negócios.

Ou, você pode optar por reformular um podcast popular em um post de blog ou transformar um vídeo ao vivo em um webinar.

Você já fez muito trabalho para criar conteúdo de alta qualidade — não deixe que ele seja desperdiçado. Em vez disso, procure maneiras de redirecionar esse conteúdo para outras peças de alto valor. 

Grave vídeos

Eu sei, eu sei. O marketing de vídeo não é uma notícia inovadora. Já existe há algum tempo, mas muitas empresas ainda não estão investindo.

E isso pode ser um erro caro.

De acordo com um estudo recente, 92% dos profissionais de marketing dizem que o marketing em vídeo é uma parte crítica de sua estratégia de marketing.

Record videos

Mas apenas cerca de 86% das empresas estão usando marketing de vídeo em 2021, o que é um ligeiro declínio em comparação com 2019, quando 87% das empresas estavam alavancando-o.

Se você não está usando marketing de vídeo — ou se não está se esforçando muito — então agora é a hora.

O consumo de vídeo está subindo, então seria interessante que os líderes empresariais sejam proativos aqui.

Se você não tem certeza de que tipo de conteúdo de vídeo você deve criar, dê uma olhada em como a VPNGuru criou um post de blog e um vídeo do YouTube para a revisão do SurfShark.

Record videos

Fonte: VPNGuru

O site de comparação VPN usa marketing de vídeo para responder a perguntas populares que seu público-alvo pode estar fazendo.

Adicione uma página de perguntas frequentes ao seu site

Quais perguntas seus clientes fazem repetidamente?

Por exemplo, se você tem uma empresa SaaS, eles podem querer saber como usar um recurso específico, quando o suporte está disponível ou como atualizar sua conta.

Quando os clientes não conseguem encontrar essa informação, eles tendem a ficar irritados. Ou, eles ligam para o suporte, o que custa dinheiro.

Seja proativo respondendo a essas perguntas em seu site em um formato fácil de ler.

Por exemplo, o EarlyBird criou uma página de perguntas frequentes para responder às perguntas mais comuns sobre como o serviço funciona e os benefícios que ele oferece.

Add a FAQ page to your website

Fonte: EarlyBird

Como bônus, as perguntas frequentes podem facilitar a obtenção de trechos relevantes do Google, o que ajuda a direcionar mais tráfego para o seu site.

Invista em anúncios pagos

Anúncios pagos podem ser críticos para gerar tráfego e conversões. Mas eles são caros — e não são proativos.

Os anúncios de pesquisa são mais eficazes quando usados para segmentar clientes em potencial que têm uma alta intenção de comprar, por exemplo, “Compre tênis Nike” ou “Restaurante indiano perto de mim”. Essas são pesquisas de alto valor — mas são reativas em vez de proativas.

Então, por que, você pode se perguntar, eu acho que os anúncios de mídia social são tão valiosos?

Para começar, as mídias sociais são de onde seu público está saindo. Considere o seguinte:

Mas o alcance orgânico nas mídias sociais caiu — e está em baixa há anos.

Invest in paid social ads

Fonte: The Manifest

Publicar na página do Facebook do seu negócio só vai atingir uma pequena parcela do seu público em potencial. O investimento em tráfego pago permite que sua marca corrija esse problema pelo mínimo de dinheiro.

Pode ser difícil justificar os gastos com marketing agora. E pode não ser a escolha certa para todos — você terá que olhar para sua situação específica.

O custo dos anúncios pagos tende a diminuir quando as coisas estão ruins. Na verdade, o custo por milha de publicidade nas mídias sociais nos EUA caiu para US$0,089 em meados de março de 2020, o que foi significativamente menor do que o custo anterior.

Invest in paid social ads

Fonte: MarketingProfs

Quando os tempos ficam difíceis, muitas empresas recuam, o que significa que o custo do anúncio é significativamente menor.

Como resultado, você pode alcançar ainda mais pessoas por menos dinheiro, tornando-se uma maneira fácil de expandir a consciência da marca para apenas um pequeno investimento.

Revise seus processos

O princípio de Pareto afirma que 80% dos efeitos vêm de 20% do esforço que você faz. Isso significa que 80% da sua receita virá de apenas 20% dos seus clientes.

E se você pudesse se concentrar mais naqueles 20% que geram a maior parte da sua receita?

Ou, quais esforços estão ocupando 80% do seu tempo e resultando em pouco ou nenhum impacto no seu negócio?

Aqui estão alguns processos que você deve reexaminar.

Processo de admissão do cliente

Seu processo de admissão é eficiente? Ou você está confiando nos funcionários para inserir dados manualmente e enviar recursos?

Você pode agilizar o processo oferecendo módulos de treinamento online ou criando uma campanha automática de gotejamento de e-mail? Existem ferramentas que você pode usar para capturar e inserir informações do cliente automaticamente?

email drip campaigns

Tome por exemplo o frevvo. Não é apenas um software de análise de fluxo de trabalho. É também um software sem código altamente eficaz que permite criar processos automatizados de integração de clientes para uma entrada perfeita de clientes.

Automatizar clientes ou a entrada de clientes não só economiza tempo — também melhora a consistência, garantindo que cada cliente tenha acesso a informações críticas de integração.

Armazenamento e acesso a documentos

Você ainda está usando processos manuais de armazenamento de documentos? Esse é um tempo valioso que pode ser gasto focando em melhorar seu produto ou acompanhar leads.

Considere usar uma ferramenta de gerenciamento de projetos com recursos de gerenciamento de documentos.

Dessa forma, todos os seus documentos são organizados de forma eficaz em um local de fácil acesso. Isso não só facilita a localização da versão mais recente de seus documentos, mas também facilita a colaboração das equipes na documentação.

Agendamento de reuniões

Em média um gerente passa quase 35% do dia em reuniões — e isso não inclui o tempo necessário para planejar uma reunião encontrando uma sala, enviando uma agenda e garantindo que todos saibam como chegar lá.

Se você estiver lidando com essas tarefas manualmente, considere aproveitar uma ferramenta de gerenciamento de reuniões como o Calendly.

Calendly

Essas ferramentas facilitam o agendamento de reuniões automatizando partes do processo, como encontrar a sala com o software certo e enviar instruções aos participantes. Eles também podem analisar como usar o espaço para melhorar a eficiência.

Pensamentos finais

Empresas que dependem apenas de marketing reativo se apegam ao status quo. Eles não tentam coisas novas; não estão dispostos a inovar e, muitas vezes, se encontram despreparados quando as coisas vão para o lado.

Líderes proativos estão constantemente ansiosos.

Isso pode significar usar dados para prever o que os clientes podem querer do seu negócio nos próximos meses ou anos, mas também significa construir uma marca forte que mantenha seu negócio na vanguarda da mente dos clientes.

A maioria das empresas é hábil em reagir aos mercados — mas os líderes do setor sabem como olhar para os dados e prever o que os clientes precisarão antes que eles percebam.

Deixe uma resposta (0)

Copiado para área de transferência