Como evitar filtros de spam: 26 dicas e truques

email deliverability

Todo profissional de e-mail marketing que envia uma campanha espera altas taxas de abertura, resposta e conversão. No entanto, muitas vezes, é a taxa de spam que se destaca. Isso acontece por dois motivos – problemas com o filtro de spam do provedor ou a maneira como os destinatários interagem com seus e-mails. Ao contrário dos filtros, baseados em algoritmos e análise automática, o fator humano é mais imprevisível – se a mensagem não corresponder às necessidades dos destinatários ou se o conteúdo parecer estranho, eles podem marcá-la como spam. 

Aqui, iremos cobrir tudo o que você precisa saber sobre como evitar filtros de spam e evitar que seus e-mails sejam marcados como spam.

Descrição:

O que é spam?

Spam (também conhecido como lixo eletrônico) são e-mails não solicitados enviados em massa para pessoas que não deram seu consentimento para recebê-los com o objetivo de promover e espalhar malware ou phishing. 

As principais características dos e-mails de spam são:

  • Não solicitados
  • Cabeçalhos invisíveis
  • Gramática e ortografia ruins
  • Solicitação de ações ou informações suspeitas
  • Envio em massa (mais de 10 destinatários)
  • Remetente anônimo
  • Linha de assunto com spam
  • Corpo do e-mail brilhante com muitas imagens, cores e fontes
  • Vários links
  • Anexos suspeitos ou irrelevantes

Todos esses pontos podem afetar a capacidade de entrega do e-mail. No entanto, há mais sobre como os e-mails acabam na pasta de spam do que erros gramaticais e anexos. Vamos olhar mais de perto.

Como evitar que e-mails sejam enviados para Spam

Seus e-mails podem ir para o lixo eletrônico de duas maneiras – sendo sinalizados pelos filtros de spam dos provedores de serviços de e-mail (ESPs) ou fazendo com que o destinatário rotule seu e-mail como spam manualmente.

Os provedores de serviço de e-mail analisam tudo – quantos e-mails você enviou antes, quantos e-mails está tentando enviar agora, de onde está fazendo os  envios e quantos e-mails são abertos, o que nos leva ao lado humano deste problema. 

A maneira como os destinatários interagem com seus e-mails afeta a reputação do remetente, que determinará se você poderá enviar e-mails novamente. Tudo, desde a abertura do e-mail até a sinalização de spam (obviamente) afeta isso. 

Ao evitar comportamento suspeito e ajustar sua cópia de e-mail, você maximizará sua capacidade de entrega e manterá sua reputação intocada.

Como evitar algoritmos de filtro de spam

Como a primeira etapa da análise de e-mail é conduzida automaticamente por um algoritmo, você precisa estar ciente do lado técnico e de sua influência na capacidade de entrega do e-mail. 

1. Evite usar IPs dinâmicos

Um IP dinâmico é um endereço usado por duas ou mais pessoas simultaneamente, por exemplo, ao usar o mesmo ISP ou conexão Wi-Fi local (no trabalho ou em um café). Se você usar um IP usado anteriormente para fins que não pode controlar, não será capaz de controlar a reputação do remetente desse IP. E, como você sabe, a baixa reputação do remetente significa uma chance maior de ser sinalizado como um spammer.

 

Você precisa de um IP dedicado para estar seguro. Um IP dedicado é um endereço IP exclusivo associado a uma conta de hospedagem definitiva à qual apenas você tem acesso. 

2. Verifique a reputação do IP regularmente.

Se você não tiver certeza sobre a reputação do seu IP, sempre poderá verificá-la. Existem vários aplicativos gratuitos que podem ajudá-lo a fazer isso. Recomendamos Talos Intelligence ou Sender Score para relatórios mais detalhados. 

3. Verifique todas as listas de e-mail 

Em primeiro lugar, não recomendamos a compra de listas de e-mail. Dito isso, qualquer lista de e-mails que você tenha deve ser verificada, incluindo aquelas que você já verificou antes. Independentemente da fonte, você não pode ter 100% de certeza da qualidade da lista, porque os e-mails são abandonados, digitados incorretamente ou bloqueados todos os dias. Com o passar do tempo, qualquer lista de e-mail precisará de uma limpeza. Então, por que a verificação de e-mails é tão importante?

Quando você envia e-mails para endereços de e-mail inválidos, eles voltam. Quanto mais alta for a taxa de rejeição, menor será sua reputação de IP e, quanto menor for sua reputação de IP, mais perto você estará de ser bloqueado pelo ESP. Portanto, você sempre precisa ter certeza de que os e-mails que enviar chegarão aos destinatários reais. Além disso, você economiza uma grande parte do seu orçamento. Sempre verifique e teste os e-mails. Você pode escolher um testador de e-mail com base em suas necessidades e tipo de negócio.

4. Siga suas taxas de abertura e de spam

Ter baixas taxas de abertura e altas taxas de spam é o caminho mais curto para ser suspenso pelos ESPs. Acompanhe o desempenho de sua campanha e edite de acordo, para melhorar os resultados. 

Se não estiver ajudando, certifique-se de ler nosso guia sobre como você pode aumentar sua taxa de abertura de e-mail. As altas taxas de cancelamento de inscrição e de reclamações de spam são provavelmente causadas pela escolha incorreta da frequência de e-mail ou pela baixa qualidade do conteúdo do e-mail.

Se você precisa de uma base para comparar suas taxas, aqui está a média de todo o setor:

– a taxa média de abertura é de 20,81% para B2C e 15,1% para B2B.

– a taxa média de cancelamento de assinatura é 0,23%.

– o limite da taxa de reclamação de spam (antes de obter suspensa) é geralmente de 0,5%.

5. Conheça a taxa de devolução 

A taxa de devolução – ou bounce rate – é a proporção dos e-mails que não chegaram às caixas de entrada dos destinatários em relação ao número geral de e-mails enviados. Há uma diferença entre devoluções permanentes e temporárias, mas quanto maior a taxa de rejeição, maior será o dano à reputação do remetente. Obviamente, a taxa de rejeição de 0% é ideal, mas não é muito realista. Tente mantê-la abaixo de 2%.

6. Aqueça novas contas de e-mail antes de enviar grandes campanhas

Se você costuma enviar grandes campanhas de e-mail para mais de 500 destinatários, continue lendo. Se você lida com grandes quantidades de e-mails regularmente e muda suas contas de remetente de tempos em tempos, lembre-se primeiramente de aquecê-los. Comece com um e-mail por dia (que certamente será aberto) e continue aumentando esse número dia a dia para melhorar a reputação de seu remetente. 

7. Crie uma conta de email separada para outbound marketing

Ao enviar campanhas de email outbound, você precisa ter 100% de certeza de sua reputação. Infelizmente, pode ser uma tarefa difícil quando toda a empresa está usando o mesmo nome de domínio e IP. 

É por isso que muitas empresas criam um domínio e uma conta separados para campanhas outbound – para poder controlar a reputação do remetente e ter total confiança de que são os únicos responsáveis ​​por isso. É uma boa ideia manter todas as suas campanhas de e-mail separadas – outbound, marketing, newsletters, e-mails transacionais, etc.

8. Configurar registros SPF, DKIM e DMARC

SPF, DKIM e DMARC são as três etapas de proteção que podem salvar remetentes de phishers, hackers e captura de dados, e ajudam a evitar a pasta Spam dos destinatários.

Sender Policy Framework (SPF) é um registro DNS especial que contém todos os endereços de IP a partir dos quais você pode enviar e-mails a partir do seu nome de domínio. A verificação SPF é a primeira etapa na autenticação de e-mail. Se o servidor dos destinatários encontrar o IP do remetente no registro SPF, ele permitirá que o e-mail passe para a segunda verificação. Aprenda a criar um registro SPF para seu domínio aqui

Domain Keys Identified Mail (DKIM) é o mecanismo que funciona usando duas chaves de criptografia, privada e pública. Esta é a segunda etapa na prevenção de falsificação. A chave privada criptografa um cabeçalho invisível em cada e-mail. A chave pública é o registro TXT no registro DNS. Quando o servidor do destinatário recebe um e-mail, ele solicita a chave pública e descriptografa o cabeçalho que prova que você é o remetente. Se você não configurar o DKIM, muitos servidores de e-mail simplesmente recusarão seu e-mail. Leia como configurar o DKIM aqui

O Domain-based Message Authentication Reporting and Conformance (DMARC) é um protocolo que define o que fazer se o e-mail enviado não tiver passado nas duas primeiras etapas de autenticação (SPF e DKIM). Esta é a terceira e última etapa da autenticação de e-mail. Você pode definir uma das três opções: não realizar nenhuma ação no e-mail, marcar a mensagem como spam ou rejeitar a mensagem. Leia como configurar o DMARC aqui

9. Evite palavras de gatilho de spam

Cada e-mail enviado é analisado em detalhes. Cada palavra também. Se você usar muitas palavras que acionam filtros de spam, como grátis, 50% de desconto, compre agora, etc., seus e-mails podem ser enviados para a pasta Spam. Você pode ler (e baixar) uma lista de mais de 550 palavras desencadeadoras de spam que compilamos para você manter limpa a copy do seu e-mail.

10. Tenha cuidado com o HTML

HTML mal codificado é uma característica bastante distinta dos spammers, e os filtros sabem disso. Certifique-se de que seu modelo HTML seja perfeito ou não o use de forma alguma.

11. Atenha-se à proporção ideal de texto para imagem

As imagens são apreciadas pelos remetentes de spam porque são uma ótima maneira de ocultar dos filtros as palavras desencadeadoras de spam. É por isso que o uso excessivo de imagens pode chamar a atenção dos filtros de spam. A melhor proporção de texto para imagem é de 80 para 20. 

12. Envie e-mails personalizados

Os spams são essencialmente e-mails em massa, enviados sem levar em conta qualquer abordagem pessoal. Isso significa que os spammers não se preocupam com a segmentação e todos os e-mails têm a mesma aparência. E os filtros de spam estão cuidando disso. Para evitar que seus e-mails pareçam spam, você precisa adicionar um pouco de personalização em cada um de seus e-mails. Pode ser o nome, sobrenome, empresa da pessoa e etc. Não há limites.

A adição de personalização não apenas ajudará você a evitar os filtros, mas também aumentará sua taxa de abertura, taxa de cliques e, às vezes, até mesmo conversões. Use variáveis ​​de e-mail personalizadas para adicionar um toque humano que parecerá real tanto para os filtros dos ESPs quanto para os destinatários. 

13. Vá devagar com os anexos

A capacidade de entrega do e-mail é afetada, principalmente, pelo tamanho do e-mail. Experimentos mostram que quanto maior o e-mail, mais frequentemente ele é filtrado como spam por provedores de e-mail. Dessa forma, as taxas de abertura e conversão diminuem e a taxa de reclamação de spam aumenta. A solução é fácil: em vez de enviar o arquivo como um anexo de e-mail, inclua links para arquivos do Google Drive (que, a propósito, são verificados automaticamente em busca de vírus e se parecem mais confiáveis ​​para os ESPs e para os destinatários).

14. Cumprir as leis e regulamentos de e-mail 

De acordo com a Lei CAN-SPAM, todo remetente deve seguir certas regras para estar do lado seguro. São eles:

  • Não envie e-mails por meio de retransmissões abertas
  • Inclua um link de cancelamento de inscrição na parte inferior do email
  • Um e-mail deve conter o cabeçalho verdadeiro 
  • Um e-mail deve conter pelo menos uma frase e não ser nulo.

A Lei CAN-SPAM é apenas uma das principais regulações. Certifique-se de que suas campanhas estejam em conformidade com os regulamentos do seu país (e dos destinatários).

15. Rastreie os links corretamente

O rastreamento de link é crucial quando se trata de analisar o sucesso de sua campanha de e-mail. Dito isso, ele também pode prejudicar a capacidade de entrega do e-mail se feito de maneira errada. A melhor maneira de incluir links em sua cópia do e-mail é usando palavras âncoras em vez de incluir o link no estado em que se encontra. Explicamos isso com mais detalhes em nosso artigo sobre o efeito do rastreamento de links na capacidade de entrega.email verifier

Como reduzir a taxa de reclamações por spam

Se o conteúdo do e-mail não atender às expectativas dos destinatários ou eles simplesmente não quiserem receber seus e-mails, eles podem cancelar a inscrição ou pior – se suspeitarem que seu e-mail é spam, eles o enviarão para a pasta Spam ou denunciarão o abuso para um blocklist center (SpamHaus, Talos Intelligence, etc). Então, como você reduz a taxa de reclamação de spam? Seguindo algumas regras (e o bom senso).

1. Receba o consentimento das pessoas para e-mails

Embora o e-mail frio seja uma opção de e-mail marketing real e válida, você ainda obterá melhores resultados com e-mails de entrada para pessoas que escolheram ativamente receber e-mails seus. Ao receber o consentimento ativo das pessoas para receber e-mails, você minimiza as chances de elas denunciarem seus e-mails como spam. Configure um formulário em seu site ou informe aos compradores que você deseja enviar e-mails para obter consentimento.

2. Aprenda com que frequência as pessoas desejam receber seus e-mails

Se você receber e-mails de um determinado remetente com muita frequência, mesmo que tenha se inscrito para recebê-los, poderá ficar irritado e marcá-los como spam. Aprenda as melhores práticas de frequência de email para B2B e B2C para evitar arruinar sua reputação e maximizar seus resultados de e-mail marketing. 

3. Não use linhas de assunto e cabeçalhos enganosos.

Não faça falsas promessas se não for cumpri-las. Fornecer linhas de assunto e cabeçalhos enganosos aos seus e-mails destruirá a confiança que os destinatários depositam em você ao abrirem seus e-mails e aumentará a taxa de relatório de spam. Aprenda a escrever uma ótima linha de assunto de e-mail para melhorar sua taxa de abertura e nunca tente enganar seu leitor.

4. Use um nome de remetente claro e confiável

Os destinatários provavelmente não confiarão em você se não souberem quem você é. Para evitar isso, você pode:

  • evitar e-mails obscuros como 24446666668888888no@company.name
  • não alterar seu nome de remetente com muita frequência,
  • torná-lo reconhecível incluindo seu nome completo ou o nome da empresa para a qual trabalha (por exemplo, Marina da Snov.io, Helen do Zapier)

5. Evite cores, fontes e texto em maiúsculas.

Além de ser percebido negativamente pelos filtros de spam, uma superabundância de cores, fontes e texto em maiúscula também pode despertar desconfiança no destinatário. Se o e-mail aberto contiver texto difícil de ler em várias cores, com cada frase escrita em uma fonte diferente, e a linha de assunto ou grandes pedaços de texto estiverem em caixa alta, ele irá gritar SPAM para qualquer pessoa que está online há tempo suficiente para saber como é um e-mail de spam. 

No entanto, se você ainda quiser brincar um pouco com suas fontes e cores sem prejudicar a reputação do remetente, criamos guias sobre como usar fontes em um e-mail e como usar cores em marketing por e-mail. A essência é – não use mais do que duas cores fáceis de ler (uma para o texto principal ou plano de fundo e uma para o CTA), use uma fonte e, de uma vez por todas, esqueça o CAPS LOCK – não há necessidade de gritar com seu destinatário. O ideal é usar apenas as cores e fontes corporativas para tornar seus e-mails visualmente reconhecíveis e confiáveis.

6. Avise ao destinatário que você está enviando um e-mail promocional

De acordo com o CAN-SPAM Act, se um e-mail for promocional ou for um anúncio, isso deve ser apresentado no corpo do e-mail. Você pode adicionar essas informações no final do e-mail. Por exemplo, este anúncio foi enviado por ‘nome da empresa’.

7. Verifique novamente sua gramática e ortografia

Evitar erros gramaticais e ortográficos é questão de bom senso, mas é especialmente relevante no contexto de reclamações de spam. A gramática e a ortografia inadequadas são uma característica distinta dos remetentes de spam. As razões exatas por trás disso não são claras – talvez palavras com erros ortográficos ajudem a evitar certos filtros de spam, ou talvez os phishers simplesmente não prestem muita atenção à qualidade de suas mentiras.

Uma coisa é certa – os erros não parecem bons aos olhos dos destinatários, e um número esmagadoramente grande de erros pode causar decepção e raiva o suficiente para enviar seu e-mail para o lixo eletrônico. 

8. Insira apenas um link com um CTA claro

Se você quiser que seus CTAs funcionem, seu link deve parecer legítimo. Portanto, certifique-se de que descreve claramente para onde vai levar o destinatário – links suspeitos são um dos principais motivos pelos quais os e-mails são marcados como spam. Além disso, use apenas um link com o CTA – o uso de vários CTAs distrai o destinatário do objetivo principal. 

9. Peça ações simples e seguras

O que você faz se um remetente pede para você lhe enviar dinheiro? Ou abrir um anexo que você não está esperando? Ou clicar em um link estranho? Sempre marco essas mensagens como spam. E quem não? Aprenda com os erros dos outros e não peça às pessoas que realizem ações questionáveis.

10. Permitir que os destinatários cancelem a assinatura

Todos devem ter o direito de cancelar a assinatura se o conteúdo dos e-mails recebidos não corresponder às suas necessidades, preferências ou desejos. Sempre dê ao destinatário uma forma de cancelar, seja por meio de uma resposta (melhor para outbound) ou um link de cancelamento de inscrição (inbound).

11. Não envie emails para endereços de email corporativos genéricos 

O envio para endereços de email genéricos como info@company.name, vendas@company.name, etc. provavelmente resultará em uma alta taxa de resposta e oferece pouco espaço para personalização. Nada disso é bom para a reputação do remetente. É por isso que recomendamos enviar e-mails para endereços de e-mail corporativos pessoais e personalizar sua copy tanto quanto possível.

Esteja sempre do lado seguro

Todas as dicas mencionadas são cruciais ao enviar uma campanha por e-mail. No entanto, às vezes as coisas dão errado mesmo nas campanhas mais bem planejadas, por isso você deve sempre enviar um e-mail de teste. 

Você pode encontrar várias ferramentas que verificam se o e-mail que você vai enviar passará por todos os filtros de spam. No entanto, replicar as condições reais é a única maneira segura de saber se o seu e-mail chegará à caixa de entrada. Envie um e-mail de teste de spam para se certificar de que não se esqueceu de nenhum dos pontos.

Bons envios!email drip campaigns

Leave a Reply

Your email address will not be published.